Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Rua virou mercado persa

Nereide Spadini. - Em 01/05/2019

Gostaria de saber se a prefeitura de Lauro de Freitas tem fiscais? Acredito que não, pois uma das principais avenidas do centro da cidade, a Amarílio Tiago dos Santos está abandonada, virou uma feira livre, onde às 6 horas da manhã já estão sendo montadas barracas nas calçadas e, pasmem, também no leito da rua. Para piorar o quadro de desordem, ou talvez por revolta pelo descaso do poder público, algumas lojas trazem seus produtos para a avenida. À noite, quando desmancham a “feira”, é só lixo. Além de usarem a rua e calçadas, nem sequer limpam o que sujam.
 
Andando mais um pouco, no sentido da praia, na mesma avenida, ficamos sem calçadas. Há uns quatro ou cinco anos, o prefeito anterior começou a tirar o calçamento antigo para fazer um novo com a demarcação para cegos. Saiu antes de terminar a obra. Os anos se passaram e nada foi feito. Reclamei na prefeitura e recomeçaram a construção, mas também pararam e deixaram um bom pedaço inacabado, em frente ao sítio Canto Verde. O vento leva a terra para a rua, os garis varrem a rua e levam a terra de volta de onde veio, a calçada, e assim sucessivamente, todos os dias. Quando chove não se consegue andar, devido à lama.
 
Para completar, na mesma avenida agora tem diversos botecos na calçada e até no asfalto, com som ao vivo (que maravilha, não?). Onde ficam os direitos dos moradores? Onde estão os fiscais da secretaria da Saúde, para verificar os alimentos vendidos nesses locais, que nem sequer cozinha tem? O barulho infernal vai até a madrugada, e ninguém toma providência.
 
Será que os vereadores, a senhora prefeita e seus fiscais (se é que eles existem) não passam por esses locais? Só não vê quem não quer. Pobre Lauro de Freitas que já foi considerada o refúgiu sossegado para milhares de pessoas, como eu, que mudei para cá fazem 18 anos, pensando em ter encontrado o paraíso.
 
Agradeço à revista Vilas Magazine por me dar esta oportunidade de manifestar meu repúdio ao atual estado de nossa cidade.
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web