Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Pandemia limita afetos

Thiara Reges - Em 29/05/2020

Este mês os coraçõezinhos apaixonados pulsam ainda mais fortes. Comemorado no Brasil, em 12 de junho, desde 1948, o Dia dos Namorados aquece o comércio: lojas preparam criativas opções de presentes; restaurantes organizam jantares românticos, com direito a luz de velas; isso sem falar das reservas em hotéis e motéis.
 
Mas este ano a comemoração terá que ser diferente. Com restaurantes fechados, presentes escolhidos online, e, em alguns casos, casais se vendo apenas de forma virtual, a data está pedindo uma dose ainda mais forte de criatividade e romantismo.
 
A jornalista Débora Rezende, 26, e o empresário Rafael Sampaio, 29, decidiram amenizar a saudade provocada pelo isolamento social e deram um novo passo no relacionamento. “Estamos juntos há 1 ano e meio, sempre ficamos muito juntos, e ter que ficar separados, definitivamente, não era uma opção. Então conversamos com nossas famílias, que nos deram total apoio, até por perceberem que era uma coisa que já estava por acontecer, e agora estamos morando juntos. A pandemia deu um empurrãozinho para reafirmarmos o nosso amor”, conta Débora.
 
Aproveitando que estão juntinhos, vai ter comemoração sim. “Vamos fazer com que esse ano seja ainda mais especial. Somos apaixonados por comida japonesa – Rafa fez gastronomia quando morava na Austrália –, então nós vamos fazer o jantar juntos; vamos comprar os ingredientes, além de velas e um bom vinho branco. O presente para ele, que seria uma surpresa e estou contando para vocês, será uma cesta de café da manhã e um scrapbook artesanal, com 18 fotos, comemorando nossos 18 meses juntos. Escolhi o presente feito por um pequeno empresário, até como forma de todos se ajudarem a superar esse momento”, concluiu.
 
Ingrid Cardoso, 29, e Leandro Assmar, 33, não conseguiram escapar do distanciamento provocado pela pandemia. Ela aproveitou uma folga pós carnaval para visitar a família em Barreiras, no oeste da Bahia. Quando estava lá surgiram os primeiros casos de coronavírus na região, o que provocou a suspensão do transporte rodoviário intermunicipal, e até agora não conseguiu voltar para Lauro de Freitas, onde mora. Leandro está em Salvador.
 
“É bem complicado, a saudade é grande. Como eu estou aqui com muita gente, a minha família é grande, acabo me distraindo mais. Já no caso dele, acho que está mais difícil, pois ele está sozinho em casa. Durante o dia ele está no trabalho, então nos falamos pouco. Mas de noite é hora de tentar matar a saudade. Seja por ligação, videochamada, cada um conta sobre seu dia, marcamos e assistimos ao mesmo filme juntos, e assim tentamos amenizar um pouco as coisas”, conta Ingrid.
 
Nos oito anos que estão juntos, é a primeira vez que a data fica sem comemoração. Ou melhor, sem comemoração presencial. “Quando estamos juntos sempre planejamos algo: sair para jantar ou um dos dois faz um jantar especial, algumas vezes fizemos viagens curtas, e sempre, sempre trocamos presentes. É realmente uma data que gostamos de celebrar e este ano vamos ter que nos contentar com uma videochamada. Pedi para um amigo, que é vizinho dele, para receber o presente que comprei pela internet e entregar no dia 12. Ele eu não sei como vai fazer, mas tem que chegar um presente aqui para mim, rs!”
 
DE PERTO OU DE LONGE, QUE SEJA ESPECIAL
Apesar das limitações impostas pela pandemia, precisamos manter o romance sempre quente. É o que afirma a sexóloga Cris Arcuri. “Para quem vai passar o Dia dos Namorados juntos, o mais importante é criar o momento e já ir compartilhando para a outra pessoa, que mesmo nessa quarentena, com filhos ou sem filhos, vamos comemorar o Dia dos Namorados dentro de casa, sim!”.
 
Para quem pode estar juntinho, ela sugere um jantar com comidas leves, até para que a comemoração se estenda noite à dentro. “No caso de pessoas, que tenham filhos, preparem o quarto para isso. Roupa de cama cheirosa, velas pelo quarto, um balde com gelo e algo para vocês brindarem, se tiverem taças melhor ainda, mesmo que vão brindar com água, as taças já remetem para uma celebração”, reforça.
 
Cris lembra também que os alimentos que contém a substância resveratrol, como vinho tinto, suco de uva integral, amoras, mirtilo, cranberry, cacau e amendoim, ajudam a reduzir os níveis de estresse e aumentar a libido. Além disso a escolha de uma boa playlist pode ajudar a criar o clima de romance.
 
Para os casais que estão à distância, o primeiro passo é agendar um encontro. “Pode ser um jantar a dois, nem que seja pizza. E aí é que vem a criatividade para estarem mais conectados: peçam a mesma pizza, com os sabores que vocês dois gostam. Criem uma playlist e compartilhem para ouvirem juntos… E se preparem para se encontrarem virtualmente, na plataforma segura que escolheram, se produzindo como se fossem sair para um encontro. Vista sua melhor roupa, sua melhor lingerie, sua melhor cueca; quem gosta de usar maquiagem, faça! Se sua intenção é namorar, pode ser que o clima a dois esquente”, concluiu.
 
 
ERRATA - Na edição impressa, as legendas de identificação das fotos dos casais entrevistados foram trocadas. Pedimos desculpas as casais Débora e Rafael (foto 1) e Ingrid e Leandro (foto 2, na Praia)
Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web