Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

O que os candidatos prometem para Lauro de Freitas nos próximos quatro anos

Thiara Reges - Em 02/11/2020

Felipe Manassés
Com 35 anos, o candidato concorre ao cargo de prefeito pelo PROS. O vice na chapa é Vander Cadeirante, também do PROS. Não houve formação de coligação para a disputa eleitoral.

Em sua proposta de governo Felipe Manassés fala sobre proporcionar à Lauro de Freitas um crescimento de forma sustentável, onde a cidade seja socialmente justa, economicamente viável e ambientalmente correta.

Socialmente justa através da melhoria da qualidade de vida, diminuição das diferenças sociais e políticas públicas voltadas à questão social. Economicamente viável proporcionando acesso à ciência e tecnologia. E ambientalmente correta, com fiscalização e regras de proteção ambiental, sobretu do quanto ao uso controlado dos recursos naturais.

Para alcançar esses resultado, a proposta de governo apresenta soluções como universalizar o saneamento básico para toda a população de Lauro de Freitas e Região Metropolitana; estabelecer uma política de geração de emprego e renda com atenção para população negra; fomentar a cultura de paz nas escolas, com referência da qualidade pedagógica e disciplina do Colégio Militar; criar ruas digitais (100-800m) com acesso livre à Internet nas vias dos bairros que apresentem maior carência de conectividade.

No que tange à mobilidade urbana e trânsito, as propostas de Manassés são pautadas no conceito de cidades inteligentes, como a humanização do trânsito através de programas educativos. Quanto à segurança, a chapa propõe a implantação do Programa “Guarda Municipal Amiga dos Bairros”, em conjunto com os órgãos de segurança dos governos estadual e federal, além de sistema de vídeo monitoramento.


Marcello Santana
O advogado Marcello Santana, 62 anos, concorre ao cargo de prefeito pelo MDB. O vice na chapa é Luiz Bacelar, também do MDB. Não houve formação de coligação para a disputa eleitoral.

Em sua proposta de governo, Marcello Santana defende que o caminho a ser seguido passa pelo comprometimento, eficiência e um novo olhar sobre a coisa pública. Dessa forma, a proposta está dividida em eixos, como Cidade Cuidadora (serviços públicos e direitos sociais), Cidade Dinâmica (fluidez urbana, infraestrutura e sustentabilidade), Cidade Transparente (aperfeiçoamento institucional e mecanismos de promoção da participação), Cidade Digital (infraestrutura, serviços e acesso público às novas tecnologias e redes telemáticas) e Sinergia e Integração (estímulo à economia criativa).

No pós-pandemia a proposta é estabelecer políticas públicas para a população mais vulnerável, como saneamento básico para áreas irregulares, comunidades de favelas e invasões. Ainda neste contexto, Marcello defende a revisão na Lei da Contrapartida Social, adequando a essa realidade e desburocratizando a emissão de alvarás de funcionamento, como forma de atrair novos investimentos para o município e em consequência mais empregos.

Para a segurança pública, sua proposta é reorientar a política de segurança através de ações que vão desde a requalificação urbana à prevenção à violência, com foco na juventude, ações educacionais e melhoria das condições de trabalho da Guarda Municipal.

O documento prevê ainda obras estruturantes, como a implantação de viadutos ou passagem subterrânea cruzando a Estrada do Coco, fazendo a interligação entre os bairros, que além de fluidez, criaria um novo vetor de desenvolvimento sentido leste-oeste.


Mauro Cardim
Mauro Cardim, 50 anos, concorre ao cargo de prefeito pelo PTB. O vice na chapa é Sargento Figueiredo, também do PTB. Não houve formação de coligação para a disputa eleitoral.

Em sua proposta de governo, Mauro Cardim defende a implantação de políticas públicas inovadoras e eficazes na gestão do município de Lauro de Freitas, passando por áreas como educação, saúde, planejamento econômico e desenvolvimento social.

Dentre as soluções apresentadas estão implantação de campanha de conscientização e humanização “Lauro de Freitas em Paz”, com a participação das diversas instituições da sociedade civil; criar o Cadastro Único do Cidadão (banco de dados) para implementação de políticas públicas capazes de promover a melhoria da qualidade de vida; adotar a Economia Criativa como uma das estratégias de desenvolvimento para a cidade; e criar o Mapa Estratégico Turístico do Município.

As propostas para a segurança pública incluem campanhas educativas, fortalecimento da Guarda Municipal e instalação de sistemas de monitoramento eletrônico, além de implantação de rede de iluminação pública nos bairros, com lâmpadas de LED e painel solar.

O tópico transporte e mobilidade urbana prevê, entre outras propostas, a modernização dos semáforos, bolsões de estacionamento nas áreas adjacentes ao centro histórico e comercial da cidade; instalação de bicicletários; execução de intervenções viárias, a exemplo da Estrada do Coco, para melhorar o fluxo de veículos e pedestres; e a implantação do modal de transporte de massa Aeromóvel na Estrada do Coco, ligando o Aeroporto Luiz Eduardo Magalhães aos bairros de Portão, Itinga, Praia de Ipitanga e ao Hospital Metropolitano.


Mirela Macedo
A fisioterapeuta Mirela Macedo, 41 anos, concorre ao cargo de prefeita pelo PSD. O vice na chapa é o vereador Fausto Franco (PMB). Eles integram a coligação “Uma nova esperança para Lauro de Freitas”, formada pelos partidos PSL, PSD e PMB.

Em sua proposta de governo, Mirela Macedo estabelece três diretrizes principais: União da Cidade, Desenvolvimento Inteligente e Proteção para Todos.

Para a união da cidade ela apresenta propostas para mobilidade urbana, requalificação dos espaços públicos, valorização da cultura e políticas de combate ao preconceito e às desigualdades socioeconômicas. No desenvolvimento inteligente, as propostas incluem toda a cidade no processo educacional. Por fim, o tópico de proteção para todos integra ações nas áreas de saúde, segurança pública, sustentabilidade e proteção ambiental.

Entre as soluções apresentadas estão a criação da Rede Educar, com unidades de educação integral que possam também ser espaços para práticas educativas e socioesportivas das comunidades nos finais de semana; implantar o prontuário eletrônico dos pacientes do Sistema Único de Saúde; adequação dos prédios públicos com soluções sustentáveis, aumentar a arborização e ocupar espaços urbanos vazios com hortas comunitárias; e criação do Centro de Apoio à Economia Solidária.

Na segurança pública as propostas de Mirela Macedo, além do fortalecimento da Guarda Municipal, visam a implantação de um sistema de parceria com o governo do Estado, núcleos especializados para atendimento do menor infrator e proteção à mulher, videomonitoramento e mapeamento de áreas críticas da cidade.

No pacote de mobilidade urbana e transporte constam a regulamentação do sistema ‘ligeirinho’, a transformação de ruas em zonas exclusivas para pedestres, além do reordenamento do trânsito.


Moema Gramacho
A atual prefeita do município, Moema Gramacho, 62 anos, concorre pelo PT. O vice na chapa é o médico Dr. Vidigal (Republicanos). Eles integram a coligação “Juntos trabalhando por amor a Lauro”, que é formada por 18 partidos: PP, Podemos, Republicanos, PDT, PL, Cidadania, DC, PRTB, PMN, PSB, Patriota, PC do B, Avante, PTC, PT, Rede, PSC e Solidariedade.

A proposta de governo de Moema Gramacho está dividida em 13 eixos temáticos onde, segundo a Coligação, são apresentadas soluções para as prioridades elencadas pela própria população e levando em consideração os impactos da pandemia do novo coronavírus.

Neste contexto algumas propostas versam sobre a ampliação de ações voltadas à garantia das políticas de segurança alimentar, aquecimento da economia, atendimento às famílias vulneráveis e ampliação da rede de proteção social, através do Sistema Único da Assistência Social.

Sobre segurança pública, além do fortalecimento da Guarda Municipal, constam a construção da cultura da paz, políticas de prevenção, uso das tecnologias para o monitoramento da cidade, e continuidade do programa de iluminação pública.

No que tange ao eixo mobilidade urbana e transporte, constam a integração do transporte coletivo da Região Metropolitana, revitalização completa da Estrada do Coco, a conclusão das obras da estrada do Quingoma e a garantia da extensão da Linha 2 do metrô, ou outro modal de transporte equivalente, até o bairro de Portão.

O documento traz ainda um pacote de ações para transformar Lauro de Freitas em uma cidade sustentável, que passa pela conservação dos mananciais, da promoção de energia limpa através da instalação de energia solar nas unidades da prefeitura; e mitigação dos riscos de desastres ambientais: enchentes, deslizamentos de encostas, rompimentos de barragens.


Teobaldo Costa
Teobaldo, 66 anos, concorre ao cargo de prefeito pelo DEM. O vice na chapa é Mateus Reis (PSDB). Eles integram a coligação “Renova Lauro”, que é formada por três partidos: DEM, PSDB e PV.

Em sua proposta de governo, Teobaldo defende que todas as áreas da gestão municipal precisam ser revistas, auditadas e reorganizadas. Dessa forma, no pacote que a Coligação apresenta como propostas gerais, estão a auditoria, fiscalização e modernização da arrecadação tributária; incrementar práticas de gestão modernas; apoio e incentivo ao desenvolvimento científico e tecnológico; e ampliação e fiscalização de programas sociais.

Para a mobilidade urbana e o trânsito o candidato propõe melhorar o sistema de monitoramento do trânsito por câmeras, integrando com o sistema da guarda municipal; implantação do “Pernoitão” garantindo transporte eficiente durante a madrugada; estudo de viabilidade para construção de passarelas e/ou viadutos em pontos estratégicos da cidade.

No eixo segurança consta a integração da central de monitoramento da guarda municipal, com a central de trânsito; pleitear junto ao governo estadual a implantação de delegacias especializadas, a exemplo do atendimento à mulher, idosos e animais; criação do grupamento ambiental dentro da Guarda Municipal com vistas à proteção das áreas verdes da cidade.

A proposta de governo apresentada prevê ainda a criação de um Centro Municipal de Referência LGBTQI+; ensino de história e cultura afro-brasileira nas escolas; promoção de obras de adequação dentro dos critérios de acessibilidade nas vias e calçadas da cidade; e implantação de hortas urbanas em espaços públicos, terrenos baldios ou abandonados, com incentivo à economia criativa.

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web