Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Com quantidade de vacinas ainda insuficiente, Lauro de Freitas apresenta plano de vacinação contra Covid-19

Redação Vilas Magazine - Em 18/01/2021

Em entrevista coletiva realizada na tarde do dia 18, a prefeita Moema Gramacho, acompanhada pelo vice-prefeito Dr Vidigal Cafezeiro, o secretário de saúde Augusto Cesar Pereira do Nascimento e pela equipe técnica da Secretaria de Saúde, apresentou o plano de vacinação contra a Covid-19 no município de Lauro de Freitas. No dia 17, foi aprovado pela Agência de Vigilância Sanitária - Anvisa, o uso emergencial das vacinas CoronaVac, da Sinovac e do Instituto Butantan, e a da Oxford-AstraZeneca, produzida pela Fiocruz em todo o país, e a gestão municipal aguarda a chegada, ainda na noite do dia 18, das doses para iniciar o quanto antes a vacinação.

No primeiro momento a cidade receberá 1.630 unidades, referente a primeira dose da vacina, que segundo o plano de vacinação desenhado pelo Governo Federal, deverá ser destinado aos profissionais de saúde atuantes em unidades de atendimento à Covid-19 e para idosos residentes em unidades de longa permanência, a exemplo de asilos.

Segundo o secretário de saúde Augusto César, a cidade está preparada e previa uma campanha de vacinação em números mais elevados do que será possível no momento. “Montamos um planejamento com base no plano de vacinação inicialmente apresentado pelo Governo Federal e nele, a primeira etapa em Lauro de Freitas deveria atender cerca de 10 mil pessoas. Com as mudanças que aconteceram no processo e o número reduzido de doses que estamos recebendo neste momento, precisamos redesenhar a nossa estratégia, buscar a prioridade dentre as prioridades”, frisou.

Diante da quantidade recebida a primeira etapa de vacinação, que deve ser concluída em dois dias a partir do dia de início, será feita in loco, aos profissionais que atuam nas unidades municipais de atendimento exclusivas ao Covid-19, iniciando pelo PA Santo Amaro de Ipitanga, valendo salientar que serão vacinados os médicos, enfermeiros, fisioterapeutas, mas também os profissionais de suporte, como equipe de manutenção e limpeza, porteiros e outros. Também in loco, serão vacinados idosos e profissionais que atuem em unidades de longa permanência.

Além das unidades de saúde do município, também é de responsabilidade da prefeitura a vacinação dos profissionais de saúde que atuam na rede particular, a exemplo do Hospital Aeroporto, Só Kids e Hapvida. Quanto ao Hospital Menandro de Faria, que é de gestão estadual, ainda durante a coletiva de imprensa a Secretaria de Saúde do Governo do Estado se prontificou em encaminhar as doses para atender aos mais de 500 profissionais que trabalham na unidade.

“É importante dizer que serão vacinadas 1.630 pessoas. O quantitativo referente à segunda dose ficará retida na Secretaria de Saúde do Estado, sendo liberado na data oportuna. Nas unidades de saúde do município temos 1.150 profissionais para receber a vacina e nas unidades de idosos são 530 pessoas, entre trabalhadores e idosos. Só aí já ficamos com uma defasagem de 50 doses. Então pedimos a toda a população que tenha paciência e mantenha todos os protocolos de segurança”, reforçou a prefeita Moema Gramacho.

Foto de capa: Reuters 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web