Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Ilê Obá L`Okê reconhecido como Patrimônio Cultural de Lauro de Freitas

Redação Vilas Magazine - Em 01/06/2021

Painel de Oxaguian, orixá que rege o terreiro, também conhecido como Casa do Rei e Senhor das Alturas

O terreiro de candomblé Ilê Obá L&39;Okê, no bairro Jockey Clube, foi reconhecido como Patrimônio Histórico e Cultural de Origem Africana e Afro-brasileira pelo município de Lauro de Freitas.

Segundo os representantes do templo religioso, o babalorixá Vilson Caetano, antropólogo e professor da Universidade Federal da Bahia (UFBA), e o artista plástico Rodrigo Siqueira, o terreiro reúne um dos maiores e mais diversificados acervos de arte sacra negra do Brasil, com esculturas de até sete metros, tendo sido o primeiro no município a receber esse título, conquistado após votação unânime de Projeto de Lei de autoria do vereador Almir Santos (PL).

O terreiro possui também, desde 2014, o reconhecimento de Utilidade Pública Municipal, e desde 2019, a Sociedade Beneficente Sócio Educativa Recreativa Cultural e Religiosa Oba L&39;Okê, o reconhecimento de Utilidade Pública pelo Estado da Bahia, pelo desenvolvimento de ações sociais voltadas a jovens em situação de riscos e em vulnerabilidade social.

O objetivo do reconhecimento é dar visibilidade a cultura negra africana do município, fortalecer a luta e combate ao racismo e enfrentamento ao ódio religioso, mitigar o impacto da desigualdade que historicamente acompanha as populações negras, além de colocar patrimônio artístico e cultural da cidade em posição de destaque.

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web