Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

DE LAURO DE FREITAS AOS PALCOS EUROPEUS: A história do bailarino José Alves

Redação Vilas Magazine - Em 01/11/2021

Um menino de origem pobre, que não se rendeu às adversidades, encontrando na educação a força para transformar a sua vida e na dança o caminho para o sucesso. Esse é um resumo da história do bailarino baiano José Alves, premiado em 2019 como o melhor bailarino clássico de Londres, e que pode ser conferida na íntegra no livro biográfico “Nos passos de José: a história de um bailarino incomum”, da escritora Taís Fernanda Reis (foto).

Morador de Lauro de Freitas, José cresceu no bairro de Itinga. Órfão de pai desde os seis anos, juntamente com seus cinco irmãos, foi criado pela mãe, que trabalhava como cuidadora de idosos. De família pobre, o menino, muitas vezes, teve subtraídos direitos, como alimentação de qualidade, vestuário, mas seguiu firme com os estudos.

Quando aluno da Escola Municipal Solange Coelho, José teve acesso a aulas de dança e logo foi notado pela professora Célia Lopes, que conseguiu uma bolsa para José aprimorar sua arte, na Escola de Ballet Adalgisa Rolim, em Vilas do Atlântico. Não demorou, o bailarino foi aprovado na primeira seleção da Escola do Teatro Bolshoi em Salvador, em 2006.

Desde então, não parou mais de dançar: foram dois anos na Escola Bolshoi em Joinville-SC, um ano no Ballet Jovem de Minas Gerais, até chegar nos palcos europeus. Atualmente José é bailarino sênior no Ballet Black, de Londres, onde reside desde 2013, e em 2019 recebeu o prêmio de melhor bailarino clássico de Londres.

“José é um verdadeiro exemplo de fé e perseverança. Exemplo de que a educação transforma sim! Quando não tinha recursos para ir à escola de balé, foram os professores da escola pública de Itinga que lhe proporcionaram o transporte. Posteriormente, a própria Adalgisa Rolim, vendo nele um talento, além da bolsa de estudo, lhe custeou o transporte, inscrições em festivais e o sustento em Santa Catarina, já que a família não tinha condições de fazê-lo. Foi na escola que José encontrou a chave para mudar a sua história”, diz a escritora.

Mas a autora não é apenas uma admiradora da história de José. Taís, que também é moradora de Itinga, graduada em Letras pela Universidade Federal da Bahia, é prima de José e acompanhou todos os seus passos na dança, nos festivais de final de ano na escola Adalgisa Rolim, como também em Joinville e Londres.

O lançamento da biografia acontece em um local emblemático para a história do bailarino, a Escola Municipal Solange Coelho, no dia 20 de novembro, às 16 horas. O livro pode ser adquirido diretamente com a autora, através do link em sua página no Instagram @taisfernandasreis.

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web