Vilas Magazine
Lauro de Freitas
+26°C

Máx +29°

Mín +25°

Dom, 02.02.2014

Projeto Horta em Casa premia alunos da rede municipal

Redação Vilas Magazine - Em 04/01/2022

O sorriso tímido deixava estampado no rosto a felicidade de Samara Santos, 9 anos, vencedora da primeira edição do projeto Horta em Casa. A iniciativa, inserida no projeto Sementes do Amanhã, desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação de Lauro de Freitas (Semed), premiou além dela, outros dez alunos da Escola Municipal Dom Avelar Brandão Vilela. Samara levou para casa R$ 100, e os demais, dez colocados R$ 20,.

A dinâmica do projeto consistiu em cada aluno cuidar de dois sachês com sementes de alface, coentro, cebolinha e pimentão. A missão era realizar os preparativos com a terra, plantar, regar, cuidar das pragas e filmar todas as etapas do processo. As sementes foram doadas ao projeto em junho pela associação Oportunidade e Ação (OPA), que produz hortaliças em um quintal produtivo de Itinga.

Um dos coordenadores e idealizador do Horta em Casa, o professor Antônio Cláudio Sampaio, explica que a ideia surgiu da necessidade de exercitar a educação ambiental, adaptada à realidade da pandemia. “Por conta da impossibilidade de desenvolver o projeto no ambiente escolar, levamos a iniciativa para dentro das casas dos alunos, envolvendo assim a família e a comunidade”, explicou.

De acordo com o coordenador executivo da Semed, Victor Veiga, “a ação desenvolve outras aptidões nas crianças e elas passam a entender o valor da vida, do crescimento e da evolução levando lições para o futuro”, afirmou, ao lado do coordenador Horta em Casa, Artêmio da Luz, que complementou. “O objetivo é estender o projeto a outras escolas de Lauro de Freitas. As crianças são multiplicadoras e acabam inspirando não apenas a família, mas todos a serem amigos da natureza e tornar comum o plantio de sementes e mudas”, disse.

Para Elaine Santos, mãe do pequeno João Pedro, que ficou em terceiro lugar, a iniciativa é enriquecedora. “Foi a primeira vez que ele teve contato com o plantio foi muito positivo e terapêutico para ele”, contou. O menino afirmou que vai continuar plantando em casa. “Minha mãe comprou os vasos e eu gostei muito de plantar, vou fazer sempre em casa para ter um tempero para colocar na comida”, disse rindo.
 

Publicidade
Vilas Magazine© 2013. Todos os direitos reservados.
Desenvolvido por: Webd2 - Desenvolvimento Web